Assembleia Municipal de Lisboa
*
37ª reunião da AML - 9 de Outubro
Queremos um cabo da boa esperança
09-10-2018 LUSA e ANTENA 1

O Miradouro de Santa Catarina voltou a ser falado, pelas piores razões, na Casa da Cidadania - Assembleia Municipal de Lisboa. Leia abaixo de que se queixam os moradores, e oiça o que tem a dizer a Presidente da Junta de Freguesia da Misericórdia.

Queremos um cabo da boa esperança

Intervindo na sessão plenária da Assembleia Municipal de Lisboa de hoje, Vigília da Ascensão Lopes, da Associação de Moradores "A Voz do Bairro", pediu o despejo das pessoas que fazem do miradouro "uma sala de droga", que "bebem, levam garrafas, que se agridem, que dormem lá à noite e que tornam inseguro que os moradores ali passem".

A moradora afirmou querer "que se torne aquilo (miradouro) o cabo da boa esperança em vez do cabo das tormentas como é hoje".

Segundo a petição, que está a ser apresentada porta a porta e à qual a agência Lusa teve acesso, os moradores estão "determinados em erradicar os abusos" cometidos no miradouro, mais conhecido como Adamastor, "designadamente o tráfico de droga e consumo de bebidas alcoólicas de forma excessiva, que estão em grande parte na origem de muitos desacatos e de determinismos psicológicos negativos".

Os moradores exigem "que sejam implementadas medidas" que "levem em consideração a necessidade do período de descanso da população residente, dissuadindo a aglomeração intensa a partir das 23:30".

"Sendo aquele local um dos ex-líbris da cidade visitado por inúmeros turistas, é de lamentar a imagem indecorosa e distorcida que levam da nossa urbe, sendo muitas vezes agredidos e incomodados com os insultos e vozearias", denuncia a petição.

O documento refere ainda que "os moradores querem voltar a frequentar o miradouro e levar as crianças a desfrutá-lo", algo "que neste momento não consideram ser possível devido ao clima existente e ainda aos diversos assaltos e agressões cometidos naquela zona".

Em julho, o vice-presidente da Câmara Municipal, Duarte Cordeiro (PS), anunciou o encerramento do Miradouro de Santa Catarina para obras de requalificação, apontando que o espaço ia permanecer encerrado durante o "resto do verão".

Há muito alertada pelos seus fregueses

E preocupada com eles, a Presidente da Junta de Freguesia da Misericórdia, Carla Madeira, concedeu hoje uma entrevista à Antena1 - Portugal em Direto que pode ouvir aqui

Leia também